in

O que o McDonald’s pode nos ensinar sobre Franchising?

Franchising Mcdonalds

O sucesso do McDonald’s é inegável, não é mesmo? É por isso que iremos mostrar neste artigo lições que podemos tirar dessa marca que revolucionou o Franchising no mundo. Então fique atento!

Quando pensamos numa franquia de sucesso, o McDonald’s logo vem à mente, concorda? E não é por menos, só no Brasil são milhares de unidades espalhadas do norte ao sul do país.

Começando em 1937 como um restaurante da cidade de Arcádia, na Califórnia, somente depois, mudando para San Bernardino, a lanchonete recebe o nome de McDonald’s, hoje tão conhecido.

Quanto ao conceito de franquia, foi em 1953 que a rede começou a se expandir, chegando ao número de 20 unidades após apenas três anos.

Hoje, são mais de 35 mil lanchonetes espalhadas pelo mundo! Consegue imaginar?

Por essas e outras, o McDonald’s tem muito a nos ensinar sobre o franchising. E é isso que mostraremos aqui.

Se você tem um espírito empreendedor e pensa em abrir uma franquia, independentemente do conceito ou ramo, esse texto é para você. Se você tem curiosidades sobre a rede do “Amo muito tudo isso”, esse texto é pra você também!

1. Franquias são mesmo um negócio lucrativo

Fizemos uma breve análise da história do McDonald’s, certo? Mas vamos retomar um ponto.

Lá em 1953, os fundadores do McDonald’s entenderam que as franquias seriam a tendência do mercado nos próximos anos e resolveram apostar nisso. Hoje, vemos onde essa aposta deu…

A olhos nus, vemos o quanto a rede cresceu, e estamos falando num crescimento mundial.

É importante lembrar que esse crescimento só foi possível porque as franquias são mesmo um negócio lucrativo.

Se as franquias do McDonald’s não rendessem muito dinheiro, hoje essa não seria a marca referência no franchising.

Veja só, um franqueado do McDonald’s pode lucrar, em média, R$ 560 mil ao mês.

Mas é importante destacar que, para alcançar esse lucro, um investimento inicial muito alto é feito.

Por isso, não estamos aqui para te encorajar a abrir uma franquia do McDonald’s, investindo, no mínimo, R$ 1,6 milhões, a não ser que você tenha esse sonho e o capital necessário. Com essa primeira lição, queremos mostrar que o setor de franchising é uma excelente oportunidade.

E isso o McDonald’s nos ensina há muitos anos…

Trailer do filme Fome de Poder, que conta a história do McDonald’s

2. Mudar faz bem

O sucesso do McDonald’s era uma realidade. As crianças imploravam por um McLanche Feliz, os restaurantes viviam cheios e o número de franquias pelo mundo só aumentava.

Mas em 2006 ocorreu uma mudança que revolucionou o tradicional fast food: o McDonal’s revolucionou seu conceito e decidiu optar por uma pegada mais saudável.

Isso aconteceu porque, mesmo com os infinitos fãs, a rede começou a sofrer duras críticas por conta dos malefícios de seus sanduíches à alimentação dos consumidores.

Para se manter vendendo muito, houve uma reestruturação do cardápio. O marketing do McDonald’s também trabalhou pesado para apresentar esse novo conceito aos clientes.

Às vezes, uma franqueadora precisa analisar seu produto, seus clientes, e mudar de visão. Essa renovação traz benefícios que se mostram no faturamento das franquias.

E é assim que aprendemos mais uma lição sobre o franchising, mudar faz bem, muito bem!

3. Vale a pena investir em atender as necessidades dos consumidores

Ainda na metade do século XX, o McDonald’s ousou para suprir uma necessidade que aparecia no cotidiano dos consumidores.

O primeiro restaurante já contava com um serviço de drive thru. Aos poucos, o conceito de fast food foi se tornando marca registrada da lanchonete.

Essa postura nos ensina muito. Entenda, a vida das pessoas estava se tornando cada vez mais cheia nesse período. As mulheres iam para o mercado de trabalho, as famílias precisavam de facilidades que antes não eram tão necessárias, era um tempo de mudanças.

Uma lanchonete que solucionasse esses problemas seria um sonho, e foi isso que o McDonald’s propôs aos consumidores.

E pensando no franchising, o grande crescimento do setor se justifica por essa facilidade que as franquias de diversas áreas trazem aos consumidores.

Por exemplo, ao invés de passar horas procurando um cabeleireiro, é muito mais seguro e prático ir à unidade de um salão renomado mais próxima, não é mesmo?

No franchising, vale a pena investir em atender as necessidades dos consumidores!

É isso que muitas franqueadoras entenderam. Hoje, são muitos tipos de serviços prestados por franquias com foco na comodidade do cliente.

Dentre tantos ramos, destacamos o setor de reformas de residências e empresas, que tem ajudado, e muito, quem tem algum reparo para fazer, mas tem medo de contratar um estranho.

Por isso, queremos te apresentar a Mundo da Reforma, uma rede que aprendeu as grandes lições sobre franchising e tem crescido no mercado.

Se você quer investir numa franquia e fazer parte do setor que só aumenta no Brasil, torne-se um franqueado!

Candidate-se a franqueado Mundo da Reforma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 Erros abrir uma franquia

7 erros que você não deve cometer ao abrir uma franquia

Como escolher uma microfranquia para investir?